• Mamãe de Duas

Relato de mãe: "Fiz laqueadura e agora estou grávida de gêmeos"

Atualizado: 3 de Dez de 2020


Fiz laqueadura e agora estou grávida

A mãe Tatiane Valetim de 29 anos faz um relato que surpreendeu a todos na família “Fiz laqueadura depois de 6 filhas e estou grávida de gêmeos” essa história ela compartilhou em suas redes sociais e contou sobre essa nova experiência e expectativa, a família ficou toda bem animada.


A primeira gravidez de Tatiane foi em fevereiro de 2008, ela tinha conhecido seu atual esposo em Fevereiro de 2007, ótimo jeito de comemorar 1 ano de união né mesmo. “ Ao iniciarmos a nossa vida como casal fomos morar na cidade de Diadema, a qual estamos morando até hoje. Logo que iniciamos a nossa jornada juntos, não foi nada fácil, foi bem complicada, tivemos muitas privações e lutas para assim criarmos bem a nossa primeira filha, Yasmin”, contou em entrevista ao G1.


Quando a pequena completou 7 meses, nos tivemos mais uma surpresa: Eu engravidei de novamente! "Eu era bem novinha e, naquela momento, eu sempre acreditei que não engravidaria durante a fase de amamentação da minha filha. Mas, acabei descobrindo que isso não era verdade, pois com 7 meses da minha pequena descobri minha ova gravidez . Inicialmente foi o maior susto, natural, porém logo ficamos felizes e nos animamos com a noticia da chegada do mais novo membro a família.”



Logo após que a nossa segunda filha nasceu, a pequena Harumi, a mãe descobre uma nova gestão oito meses depois estava esperando pelo terceiro bebê. “Cheguei aos meus 20 anos , com três filhas. Ainda morávamos de aluguel, mas graças a Deus nunca nos faltou nada. Durante esse período, meu marido trabalhou na portaria de um prédio e eu estava em casa cuidando das nossas filhas”, contou.


Com mais ou menos 3 anos depois, nós decidimos ter um filho escolha nossa, o meu marido David queria muito ter um menininho, porém para nossa surpresa veio mais uma linda menininha! “ Chamamos ela de Akemy, a pequena veio ao mundo com 32 semanas e parou muito no hospital, teve até meningite bacteriana no seu terceiro dia de vida, e mais outras dez internações. Para nossa sorte, nossa pequena ficou bem e não teve nenhuma sequelas”.


Ao final da minha faculdade em 2016, meu esposo largou o trabalho na portaria do prédio e a nossas finanças deu inicio a melhoras. “No ano decorrente, eu fazia a tabelinha e como eu tenho muita sorte ela falhou e mais uma vez me vi grávida. Quase caí dura quando soube que dessa vez estava esperando gêmeos, mas logo me animei com a surpresa. Na terceira semana de gestação, um dos bebês parou de crescer e prejudicou a saúde do outro. Assim, na 23ª semana de gestação, fui internada com a bolsa amniótica rompida e, depois de três internações, meu bebê nasceu morto. Foi ai então que descobrimos que o bebê que havia morrido era um lindo menino. Bonito, perfeito. Foi uma tristeza para toda a família", desabafou Tatiana.


Fazendo de tudo para superar a perda, a mãe imaginou que jamais iria engravidar de novo, pois não gostaria que as filhas tivessem um novo sofrimento. “Foi ai então que, 7 meses se passaram e, descobriu que estava grávida de novo. O medo invadiu seu coração, só consegui descansar quando ouvi o choro de Sayemi Yris, outra menina. Nunca vou esquecer a emoção que sentir ao sair da maternidade com ela nos braços, e a felicidade de chegar em casa com, minha filha nos braços foi emocionante."


No mês de junho do ano passado, quando Sayemi estava com sete meses de vida, Tatiana sem querer ficou grávida mais uma vez, e estava esperando por outra menina! “Meu marido ficou triste, pela situação financeira, mas para nossa sorte ele ganhou uma promoção e foi promovido, o que nos deixou mais tranquilos. A minha gestação foi bem complicada e, para completar, tive uma eclampsia exatamente na hora do parto. E por essa causa, tive que fazer uma cesariana de emergência e, logo em seguida, fiz a laqueadura cauterizada. E com ela soube que não iriamos mais ter o menino que tanto queríamos, mas estávamos nos sentindo completos com nossas seis garotinhas”.



No inicio de julho de 2020, a nossas vidas mudou completamente e tivemos que tomar algumas atitudes, pois comecei a ter enjoos e tonturas em meio à pandemia do coronavírus. Mesmo sendo os mesmos sintomas de uma gravidez, nós descartamos essa possibilidade já que tinha feito a laqueadura. “Pensei que estava com Covid-19, mas a hipótese também foi descartada. Para ter a consciência limpa, resolvi fazer um teste de farmácia e não conseguia entender o que estava vendo, o teste tinha dado positivo comecei a rir de nervoso. Fui então e fiz o Beta para ter certeza e sim foi positivo. Eu entrei em choque, chorei por horas, depois comecei a rir sem parar. Meu marido, coitado, não acreditava. Ficou pálido, branco, vomitou e só faltou desmaiou”.


Ao entrar no hospital para tentar compreender o que estava acontecendo, o médico disse que a chance de erro é de 0,5% e que eu havia sido “sorteada”. Ao fazer a ultrassom na semana que passou, mais uma surpresa aconteceu: Eu estava esperando por gêmeos! “Estava com 5 semanas de gestação. O médico me falou que um bebê está bem menor que o outro e que poderia não evoluir. Torcia para que os dois viesse com saúde, estou radiante com essa missão de ser mãe novamente”.


“Hoje nossa família é uma escadinha do amor: Yasmim com 11 anos, Harumi com 10, Mayumi com 9, Akemy com 6, Sayemi com 1 ano e 8 meses, Sayuri com 5 meses e os dois que crescendo em meu vente. A previsão é que cheguem em fevereiro de 2021. Antes disso, meu esposo irá realizar a vasectomia para fecharmos a fábrica de vez”, completou Tatiana. Estamos torcendo muito para essa família!

555 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo