• Mamãe de Duas

Mãe é encontrada sem vida abraçada ao filho pós desabamento


Mãe é encontrada sem vida abraçada ao filho (Foto: Facebook)

No dia de ontem, desta terça-feira (17), o desmoronamento de uma falésia atingiu a Praia dos Golfinhos e moradores de Pipa foram atingidos. Tendo como vítimas fatais um casal, um bebê e um cachorro que foram encontrados mortos no local do acidente. De acordo com as testemunhas, a mãe da criança ainda tentou abraçar o filho para protegê-lo, mas o bebê não conseguiu resistir.


A família atingida estava na parte debaixo da falésia quando as partes que formam a estrutura cedeu e os atingiu. O local fica a cerca de 80 km de Natal é um dos pontos turísticos principais do Rio Grande do Norte. O Corpo de Bombeiros e moradores locais prestaram os devidos socorro.


De acordo com uma das testemunhas, relatou que Stella Souza foi encontrada abraçada ao bebê, de sete meses. “Ainda deu tempo de a mãe tentar segurar o bebê, por isso que os adultos estavam bem mais machucados, porque a mãe estava abraçada com ele [o bebê]”, afirmou. Além dos dois, seu marido, Hugo Pereira, de 32 anos, também morreu soterrado no local.


“A gente tentou cavar até encontrar o pai, e depois encontramos a mãe e o bebê. O menino ainda estava respirando. Por coincidência, uma médica estava passando bem na hora. Ela tentou reanimar a criança, mas não teve êxito”, explicou o homem. O cachorro da família também foi encontrado sem vida.


O amor do casal podia ser visto por todos, também, nas redes sociais e em relatos de amigos próximos que conviviam com o casal e familiares dos dois. A partida precoce de Stella, Hugo e Sol deixou amigos e familiares desolados. “A família está totalmente destruída. Foi uma fatalidade muito triste. Ninguém poderia imaginar que isso iria acontecer. Os dois partiram muito cedo, mas deixaram a consciência em cada um de nós, que ficarão de que eles viveram bem, aproveitaram a vida e que nós saibamos também aproveitar a vida”, disse Éder Jofre, primo de Stella.


O gerente do hotel onde Hugo trabalhou também lamentou a perda. “O Hugo era um ser humano muito bom, espetacular, sempre com um belo sorriso no rosto, sempre de alto astral, estava muito contente de ser pai. Era um cara bem família, amava muito os animais, da natureza. Era um ser humano iluminado. A gente fica desolado, sem entender o porquê de tudo isso estar acontecendo”, disse Pedro Holanda.

482 visualizações0 comentário