• Mamãe de Duas

A chegada do bebê como organizar a casa

São nove meses de espera pelo novo membro da família que mudará a vida de todos. O tempo está ansioso e a hora tem que ser programada para que tudo esteja pronto quando chegar. Além de pensar na roupa, o caimento da casa também é uma preocupação necessária. Mas é importante ser racional para não comprar acessórios que acabarão não sendo usados.


A casa precisa está organizada pra chegada do bebê

'Na sociedade de consumo em que vivemos, algumas mães acabam se encantando com produtos que prometem muito, mas são pouco necessários, e compram o que não terá propósito”, avisa Antoniele Fagundes, consultora da família Babá Ideal.



Pensando na necessidade extrema, a parte da casa que mais merece atenção é o quarto do bebê. Para montá-lo, é preciso esquecer as promessas e a beleza dos acessórios e se preocupar com conforto e praticidade. 'O berço deve ser alto, para que a mãe não desça o tempo todo depois de ter passado pelas dores do parto. Uma cômoda com trocador ajuda muito, para que as roupas que o bebê possa usar nesta fase e todos os produtos necessários para a troca de fraldas, evitando que a mulher tenha que se afastar do bebê naquele momento. Roupas maiores, que serão usadas posteriormente, devem ser mantidas em um armário. Também é bom planejar que a banheira fique no banheiro, e não no quarto. Isso vai facilitar muito, evitando até acidentes no enchimento do reservatório de água ”, aconselha, lembrando que o canto da amamentação deve ser prioridade.


'O ambiente deve ser definido pensando no conforto da mãe e do bebê. Tem aquelas que preferem amamentar em frente à televisão, enquanto outras querem dar atenção total ao seu filho naquele horário. O mais importante é que o lugar seja agradável, já que vocês dois vão passar muito tempo nesse ambiente. Meu conselho é que seja no próprio quarto da criança, para facilitar a alimentação noturna ”, diz Antoniele.



Além disso, o conselho do especialista é aguardar a necessidade. 'Muitas famílias, antes mesmo do nascimento da criança, já querem modificar todos os cantos da casa, colocar grades nas janelas, proteger os cantos dos móveis e retirar toda a decoração das mesas. Mas esse processo deve ser gradual. Até que o bebê comece a se mover, levará pelo menos seis meses para crescer. Com o tempo, você perceberá o que ele precisa. Primeiro a necessidade, depois a solução ”, afirma.

219 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo