• Mamãe de Duas

9 maneiras de proteger seu filho de abuso


Aprenda a proteger seus filhos

Esse post vai te mostrar 9 maneiras de proteger seu filho de abuso

Normalmente, esses sinais não são óbvios, mas na correria da vida diária, eles acabam sendo ignorados. Portanto, é importante estar sempre alerta para qualquer comportamento anormal ou diferente da criança. Para ajudar os pais a protegerem seus filhos, Daniela Pedroso, psicóloga do Hospital Pérola Byington, deu algumas orientações.


1. Explique sempre ao seu filho que o corpo é o corpo dele e ninguém tem o direito de tocá-lo. Deixe claro que se algum adulto tentar fazer algo estranho, ele deve avisá-lo.

2. Na maioria dos casos, o agressor é uma pessoa ou família conhecida. Se seu filho reclamar que não gosta da pessoa que mora com você, tente entender o porquê. Normalmente, isso pode não ser apenas uma fantasia.

3. Embora a maioria das situações seja praticada por pessoas que você conhece, certifique-se de manter seu filho longe de falar com estranhos.

4. Uma das formas de lidar com invasores é a Internet. Portanto, se seu filho tem um perfil em qualquer rede social ou usa um aplicativo de mensagens, por favor, não poste os dados para ninguém que não seja seu amigo, não coloque muitas fotos e sempre fique de olho nelas.

5. Converse com seu filho sobre o uso da Internet. Se necessário, ative o filtro de segurança no computador.

6. Quando seus filhos estiverem navegando, fique sempre com você e descubra quais sites eles visitam. Se necessário, verifique o histórico com frequência



7. Preste atenção ao comportamento da criança. Mudanças repentinas podem não provar que há problemas, mas podem indicar sinais fortes. Voltar para a cama para se molhar, a boneca brincando vigorosamente, medo de ficar sozinha com adultos, comportamento mais "sexual" e problemas na escola podem ser alguns sinais.

8. Ensine seus filhos a nomear as partes do corpo corretamente e diga-lhes quais partes não devem ser tocadas por outras pessoas.

9. Se seu filho disser que foi abusado, confie nele. Construir uma relação de confiança é essencial.


Denuncie!

Se você souber de alguma criança sofrendo abuso sexual, disque 100.

110 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo